Feminismo Sempre

Feminismo ou Femismo? São coisas completamente diferentes.

Posted on: julho 10, 2011


Olá, Muitos homens (e algumas mulheres também) costumam afirmar que o feminismo é o inverso do machismo, que preza por uma possível mudança na balança de poder imposta pelo patriarcado. Esse tipo de pensamento por vezes é intencional, visando a manutenção do machismo como algo natural, mas algumas vezes, ele se forma a partir da falta de conhecimento sobre o que realmente é o feminismo, que é na verdade uma vertente de movimentos políticos e sociais, nascida na Europa, por volta do século XVIII, chegando ao Brasil no início do século XX. O feminismo busca a emancipação da mulher e também do homem, pois como nos ensina Paulo Freire em seu maravilhoso livro Pedagogia do Oprimido, o oprimido quando se liberta, liberta também o seu opressor, portanto, a mulher se libertando das correntes do machismo, irá também libertar o homem das mesmas correntes. Contudo, existe outra vertente de pensamento que difere do feminismo na forma como esta vê a libertação da mulher, que é o femismo, um neologismo (palavra que não existia anteriormente no português, mas já aceita como nova palavra, geralmente nascida e adaptada a partir de um estrangeirismo) criado para que não houvesse confusão como feminismo, pois são completamente diferentes. Para o femismo, a libertação da mulher só virá quando a mulher inverter a lógica do patriarcado, construindo uma espécie de sociedade matriarcal, aonde as mulheres detenham o poder, para com isso pagar a dívida histórica que a sociedade patriarcal deixou, criando condições para as mulheres manifestarem sua identidade. Resumindo, o feminismo é um movimento de libertação da mulher e do homem da sociedade patriarcal, por uma via de diálogo, compreensão mútua, conquista de direitos; e o femismo é uma reparação mais radical contra a sociedade patriarcal. Queria deixar claro, que eu partilho do feminismo, não concordo com o femismo, por acreditar que para que as mulheres se libertam, para que consigam ter o direito a ser mulher da forma como nós acreditamos e não de maneira imposta pelo machismo, libertando os homens também e a partir disso, iremos juntas/os construir uma nova sociedade, baseada em valores humanos e não mais valores apenas do homem. Beijos emancipadores!!!

Anúncios

2 Respostas to "Feminismo ou Femismo? São coisas completamente diferentes."

Olá, achei interessante esse esclarecimento a respeito da diferença dos termos. Na verdade nunca tinha ouvido falar de “femismo”, deve ser um neologismo muito neo (piada ruim rsrs).
E, na minha opinião, essa diferença deve ser exposta, pois o feminismo perdeu muito sua aceitação por ser interpretado como femismo.
Eu mesmo fui por tempos defensor do feminismo. Por ser cristão atuante entendi que esta é uma bandeira importante de se levantar, pois a mulher não pode de modo algum ser tratada como alguém inferior (e por inferior não me refiro à alguém que pode ser de maior sensibilidade, emocionalismo, afetividade; e sim de uma desvalorização da mulher como ser humano). Mas, parei de defender o feminismo logo que comecei ler artigos de feministas radicais que desprezavam o sexo masculino (como forma de retribuição), e proclamavam independência da mulher (entendo que o correto é a interdependência).
Abandonei o termo “feminismo” e passei a chamar de “valorização da mulher”.
Porém, lendo seu post vejo que é possível que o “feminismo” seja aceito, sendo que o que eu desprezei foi o “femismo”. Na verdade continuo com meus ideais de igualdade (sendo que o tratamento desigual deve ser usado como forma de igualdade). Mas acho que o termo deveria ser muito bem esclarecido, para que não se jogue tudo de bom fora por algumas interpretações femistas.

Daniel,

Muito obrigada pelo comentário e me desculpe a demora em aceitá-lo, pois não tenho acompanhado firmemente o blog, devido problemas pessoais. Fico feliz que o post tenha contribuído no seu entendimento quanto a diferença de termos de femismo (não é um neologismo, consta no dicionário) e feminismo.
Concordo contigo, quando diz acreditar na igualdade baseada primeiramente na equidade e depois numa igualdade real, de mesma proporção, e é por isso que luto. Seja bem vindo a luta também por um mundo sem opressões, onde todas/os sejamos realmente iguais.

Beijos emancipadores!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: